>>>


A vitória que vence o mundo

Hoje nós meditaremos sobre a vitória de todo o crente: A vitória que vence o mundo. Quero convidar você a escutar o que disse Jesus a seus discípulos em João 16.33. Diz assim a escritura:
“Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”
Os capítulos 13 a 17 do evangelho de João nos relatam as últimas horas que Jesus passaria com seus discípulos antes da sua crucificação. Era o início da festa da páscoa e Jesus havia celebrado com aqueles homens a ceia de pão e vinho. Esta ceia significava a entrega de sua carne e seu sangue pelos nossos pecados.
De fato Cristo Jesus sabia que em pouco tempo sua vida passaria pelas piores aflições que alguém já experimentara. Ele sabia que devia cumprir a vontade de Deus, a salvação do mundo. E, por amor a nós, ele tornou-se alvo de afrontas, humilhações e injúrias, apesar de nunca ter pecado. Ele já sabia que seria traído por Judas. Também já esperava que Pedro o negasse três vezes. E apesar disto ele diz aos seus discípulos e a nós que desejamos segui-lo: “Eu falo estas coisas para que vocês tenham paz. No mundo vocês vão ter aflições. Mas não tenham medo porque eu venci o mundo.”
Apesar de já saber seu destino de tortura e dor, Jesus disse: Não tenham medo!
Apesar de levar em seu corpo a culpa de todos nós, Jesus disse: Quero que vocês tenham paz!
Apesar de ter que enfrentar os açoites, injúrias e os cravos da cruz, Jesus disse: Eu venci o mundo!
Que tremendo contra-senso! Que maravilhosa proposta a de Cristo, justo na noite em que seria entregue a seus acusadores, dizendo a seus discípulos:
Vejam, meus amigos. As pessoas irão trair vocês. Enquanto estiverem aqui vocês vão passar por doenças, fome, nudez, acusações. Aqui no mundo haverá sofrimento e talvez vocês até morram por serem chamados de Cristãos. Mas não temam! Eu venci o mundo!
Qual é a nossa vitória, meu irmão? Há em nossos dias uma teologia que diz que o crente não sofre, que crente não fica doente, nem passa por dificuldade financeira. Essa teologia, esta pregação é diabólica. Deus nunca prometeu um mar de rosas aos que o seguissem. Pelo contrário, Jesus disse: No mundo vocês terão aflições. Mas a vitória do crente, que longe de ser a ausência de problemas, é a presença de Deus. Davi escreveu no mais conhecido salmo da Bíblia: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum porque tu estás comigo.”
Por isso João escreveu, muito tempo depois daquela páscoa de morte e ressurreição: “porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.” (I João 5.4)




© 2006 filhopródigo | Blogger Templates by GeckoandFly.